A embreagem apresenta um sintoma comum de desgaste que pode ser notado ao acelerar o veículo, onde nota-se que o giro do motor se eleva, mas o veículo não ganha velocidade, o que é conhecido por “embreagem patinando”. Um defeito muito comum também é o barulho de rolamento de embreagem que pode ser avaliado ao se movimentar o pedal e caso perceba-se que o som emitido se altera é o por que o problema está no sistema de embreagem com atenção especial ao se rolamento, mas atenção, pois alguns se confundem e trocam rolamentos de correias devido ao barulho do rolamento de embreagem ser muito parecido, e garanto que dá para se confundir mesmo, por isso movimente o pedal da embreagem e busque por alteração no som. Claro que dificuldade em engatar marchas e pedal duro também são sintomas comuns de uma embreagem defeituosa.

Calibrar os pneus é fundamental para a eficiência do consumo, pois diminui o atrito e demanda menos força do motor, já que toda força precisa de energia que se traduz em consumo de combustível. Outra dica é o alimento da direção, onde basta você lembrar do carrinho de supermercado com rodas tortas que acaba exigindo mais força para ser movimentado.

Em muitos projetos o componente responsável pela informação da temperatura do motor é um sensor fixado próximo ao cabeçote que informa a temperatura do motor ao módulo de comando, que também gerencia a injeção eletrônica de combustível. Antigamente o acionamento se dava a partir do liquido aquecido encontrado no radiador, mas isso já não ocorre mais. Se a ventoinha que refrigera o radiador está acionada e a temperatura está acima do ideal, é porque existe uma desconformidade no sistema, e as mais comuns são:

Vazamento no sistema que permite sua despressurização e perda de liquido, incluindo uma falha comum na tampa do reservatório.

Válvula termostática travada em fechado ou mesmo a ausência da válvula nos sistemas com Bypass

Obstrução de alguma mangueira, duto, conexão ou radiador

Falha na bomba d’agua, que não promove a circulação  do liquido para que ocorra a troca térmica entre o radiador e o motor Junta de cabeçote queimada. Vela de ignição errada. Motor fora de ponto. Obstrução do sistema de exaustão

Verdade, mas com ressalvas! Essa história se popularizou graças aos veículos mais antigos, que não contavam com as atuais tecnologias que ajudam o motor alimentado por etanol a entrar em funcionamento em dias frios.

A razão disso é que, em baixas temperaturas, esse combustível tende a permanecer em estado líquido, o que dificulta a sua queima. Para evitar esse problema, basta se lembrar de abastecer o tanquinho de partida a frio com gasolina.

Entre em Contato

Nas Redes Socials

Horário Funcionamento

  • Segunda 8:00 às 12:00 - 13:00 às 18:30
  • Terça 8:00 às 12:00 - 13:00 às 18:30
  • Quarta 8:00 às 12:00 - 13:00 às 18:30
  • Quinta 8:00 às 12:00 - 13:00 às 18:30
  • Sexta 8:00 às 12:00 - 13:00 às 18:30
  • Sábado 8:00 às 12:00